Home / Artigo / A depressão de Renato Russo e a Trindade

A depressão de Renato Russo e a Trindade

Especula-se muito sobre os motivos da depressão do cantor Renato russo, todos sabemos que ele tinha o vírus HIV e isso pode ter pesado muito para sua depressão.

Mas uma coisa que muitas pessoas não sabem é que um dos supostos motivos da depressão do Renato Russo pode ter a ver com religião. Mas especificamente sobre o assunto Trindade, a Trindade é um assunto muito polêmico, alguns acreditam e outros não. Então o que seria a Trindade? Numa visão mais simples, seria a crença de que Deus, Jesus e o Espírito Santo são uma pessoa só, um só Deus, e isso incomodava Renato como no trecho da musica índios em que ele diz:

“Quem me dera ao menos uma vez
Entender como um só deus ao mesmo tempo é três
E esse mesmo deus foi morto por vocês
É só maldade então, deixar um deus tão triste”

Mas muitas pessoas também não conseguem entender a trindade, é um assunto muito polêmico, que pode sim fazer algumas pessoas pirarem!

Mas vamos saber um pouco dos motivos nas próprias palavras do Renato sobre sua depressão:

DEPRESSÃO

“Eu não consigo parar de pensar e ficar preocupado com tudo o que acontece. Então, fico muito deprimido, às vezes. Fico achando que as pessoas são cegas, não querem ver o que está acontecendo, não se ajudam,
e vivem num processo de servidão voluntária. A maioria das pessoas insatisfeitas não faz nada para reverter à situação. Eu vejo algumas pessoas dizerem que o horário eleitoral é algo humorístico, mas, que graça tem aquilo? Não é humorístico, é patético, na maioria das vezes. Agora, vai ver que meu caráter é diferente do perfil do povo brasileiro. Fica todo mundo dizendo que somos um povo alegre e feliz, e aparece o Nick Cave e diz que não viu nada disso. Ele está certo. Eu sei que preciso falar de coisas bonitas, senão vai ser uma negatividade só, mas não me
incomodo, não. (1989)

Passei 15 anos da minha vida me destruindo com drogas e álcool. Cheguei a um ponto em que nada mais me interessava nada me dava prazer. Eu estava que nem o Kurt Cobain. Estava muito deprimido. (1995)

Estou do meio para o fim de uma depressão, e a terapia é trabalhar. Eu me esforço para sair, me alimentar bem, tomar sol, fazer exercício. Ficava sentindo coisas e era muito desagradável. Fiquei catatônico, sem querer sair de casa, e tinha ataques de pânico e de ansiedade. Quando a gente pensa nessa coisa de
seqüestro… essas coisas me deprimem”(1995)

Extraído do livro ‘Renato Russo de A a Z’. Palavras dele.

Comentários Facebook

Sobre erickreis

Guitarrista profissional, e professor de guitarra a 16 anos.

Veja isso também

Modos Gregos Aplicação

A aplicação dos Modos gregos é algo simples, mas para entender é um pouco complexo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue Nas Páginas ➡